LIMPINHA ADORO GEMER NO SEU OUVIDO

Eu sempre bebia a esporra dele e sempre limpava o pau dele com a minha boca depois dele gozar, independentemente de onde ele tinha gozado. Continuamos a conversar, mesmo em meio ao barulho ensurdecedor do clube, e ele e a bebida foram, aos poucos, conseguindo me fazer relaxar. Um pouco depois os dois saíram do bar e tudo transcorreu bem até a hora de fechar.

Limpinha Adoro Gemer No Seu Ouvido-193

Limpinha Adoro Gemer No Seu Ouvido-205

Recente saí dali envergonhado e puto da vida. Os dois tinham cerca de 1,80m mais ou menos a minha altura na época sendo que o branco estava um pouco acima do peso. Idade 1 h da madruga quando eu entrei no clube, comprei uma latinha de cerveja pra poderio tomar mais coragem e fui até um música olhar o povo se divertindo. Depois deu a volta e entrou no lado do motorista. Isso tudo com o cariz me segurando pelos cabelos, que eram compridos na época, chegando quase ao ombro.

Limpinha Adoro Gemer No Seu Ouvido-127

Isso, chupa meu pau, chupa… Chupa gostoso o pau do seu macho… Assim. Ouvindo isso o cariz se empolgou mais exatamente e passou a bombear em mim até com um pouco de selvageria, enquanto me xingava de viado, de bicha, de filho-da-puta, de bichona, e outros palavrões iguais a esses. Tentei fazer o que ele disse, mas é muito complicado relaxar tendo um homem estranho apalpando a sua bunda num local cheio de gente. Isso tudo com o cara me segurando pelos cabelos, que eram compridos na época, chegando quase ao ombro.

Limpinha Adoro Gemer No Seu Ouvido-883

Vai ficar só entre nós! É um tremendo de um viado mesmo. E ele deve ter notado, tanto que foi logo tentando concertar o estrago: Sem mais distrações, continuei a esfregar o meu cu na piroca preta. Nesse meio tempo ele salivava o meu cu com os dedos dele.

Limpinha Adoro Gemer No Seu Ouvido-738

Eram perguntas que começaram a passar pela minha caudilho. Ficou ainda um pouco engatado na minha bunda até sua rola amolegar e escapulir de dentro de mim. Continuamos a conversar, mesmo em método ao barulho ensurdecedor do clube, e ele e a bebida foram, aos poucos, conseguindo me trabalhar relaxar. Quando as vi acenei para elas e elas, sorrindo, acenaram para mim de volta e foram embora gargalhando. Quando eu ia falar algo ele se adiantou e disse: Obedeci, ficando assim com a piroca dele toda enterrada, até o talo, dentro do meu cu. Learn how your comment data is processed.

Limpinha Adoro Gemer No Seu Ouvido-674

Eu só quero me divertir um pouco com você e te dar uma leitada bem gostosa! Quando as vi acenei para elas e elas, sorrindo, acenaram para mim de volta e foram embora gargalhando. Quando viu que estava na marca do pênalti o cara me segurou forte pela cintura e começou a me forçar para baixo. Tentei fazer o que ele disse, mas é muito complicado relaxar tendo um homem desconhecido apalpando a sua bunda num localista cheio de gente. Continuamos a conversar, mesmo em meio ao barulho ensurdecedor do clube, e ele e a bebida foram, aos poucos, conseguindo me fazer relaxar. Quando eu ia falar algo ele se adiantou e disse: O que esse cariz estava pensando de mim? This site uses Akismet to reduce spam.

Quando estava retornando vi o sujeito segurando a minha camiseta amarela, prestes a limpar o pau com ela, como fez com a minha cueca. Havia duas pessoas nessa mesa, um mulato de cercado de 35 anos e um branco da mesma idade. Depois deu a volta e entrou no lado do motorista. O que esse cara estava pensando de mim? Quando terminei fui até a porta do carona, abri ela e, sem enxerir-se no carro, perguntei ao cara se ele tinha algum pano que eu pudesse usar pra me limpar. Era 1 h da madruga quando eu entrei no clube, comprei uma latinha de cerveja pra poder tomar restante coragem e fui mesmo um canto olhar o povo se divertindo. Sem mais distrações, continuei a esfregar o meu cu na piroca preta.

Limpinha Adoro Gemer No Seu Ouvido-344

Comentário

  • Roulliettedisse:

    Textura incroyablement amusante.

Adicionar um comentário